Quem Está No Controle?

Quem Está No Controle?

QUEM ESTÁ NO CONTROLE?

Daniel 1.1-7

QUEBRA-GELO

Você já iniciou uma conversa com uma pessoa achando que era outra? Ou já fizeram isso com você?

MENSAGEM (destaque pontos que traga a memória o foco da mensagem e faça os integrantes da célula a participarem deste momento)

Daniel na Cova dos Leões estava em perigo, mas Deus estava com ele. Ao nos imaginarmos no lugar de Daniel, vemos o quanto Deus pode agir e estar perto de nós, principalmente quando damos o controle de nossas vidas a Ele. O desfecho da história revela que muitas vezes o resultado que esperamos nem sempre é exatamente o que, de fato, irá acontecer. Deus sempre nos surpreende.

O livro de Daniel, capítulo 1, descreve que Nabucodonosor reinava Jerusalém após destituir Jeoaquim do trono. Trouxe para sitiar a cidade homens escravizados que deveriam ser preparados e alimentados para compor o seu reinado. Entre eles estava Daniel, Hananias, Misael e Azarias, que se negaram a aceitar a comida do rei para não se contaminarem com ela. Eles eram jovens que se diferenciavam pela sabedoria, cultura e inteligência e Daniel, especialmente, sabia interpretar todo tipo de visão. Em razão disso, aqueles jovens foram designados a servir ao rei.

Aqueles jovens haviam perdido o lar, a família, os amigos, mas permaneceram confiantes e fiéis a Deus, retos na escolha de seus caminhos. Muitas vezes nos vemos na mesma situação, em que perdemos tudo o que temos, no entanto, assim como Daniel, precisamos superar nossas perdas tendo convicção do Deus a quem servimos.

João 14:16 revela a promessa de Deus, que se estabelece na palavra de que sempre teremos a proteção Dele e, portanto, nos podemos de fato ter a convicção de que Deus nos ama e seremos sempre amados por Ele, independente dos nossos caminhos, das nossas perdas ou mesmo do nosso passado.

Daniel, em razão do seu valor, recebeu a oferta do Rei para que tivesse todas as vantagens que um jovem poderia querer: fartura, riquezas, conforto. Mesmo com a possibilidade de ter tudo o que quisesse, Daniel não se corrompeu e não aceitou deixar de lado os seus princípios em troca de qualquer privilégio. A escolha de Daniel foi se manter fiel e íntegro. Escolheu não se contaminar, escolheu não se desviar, escolheu manter sua postura de servo de Deus. Daniel sabia controlar os seus desejos.

Se fizermos um paralelo, lembraremos de Sansão, homem de Deus que em sua trajetória não fez boas escolhas e que, diferente de Daniel, não teve um final de história glorioso. Portanto, nossas escolhas determinam como será escrito o nosso destino.

Quando os jovens chegaram ao reino de Nabucodonosor, o primeiro ato foi mudar seus nomes a fim de tentar mudar suas origens e afetar a identidade que eles tinham em Deus. Hananias, Deus me dá graça, passou a ser chamado Sadraque, o deus da Lua e do Sol; Azarias, aquele a quem Deus ajuda, passou a ser Abede-Nego, servo do deus negro; e Misael, quem é como Deus, Mesaque, anjo guardião.

Em todo o tempo tentam transgredir a nossa identidade, corromper o nosso caráter, mudar nossos princípios, mas devemos saber quem nós somos sem Deus. Manter nossa identidade em Cristo é ter certeza de quem nós somos e quem Ele é em nós.

Ademais, superar as perdas, controlar nossos desejos e conhecer nossa identidade em Cristo são elementos essenciais para que possamos viver em plenitude e para estarmos aptos a passar pela cova dos leões.

UNS AOS OUTROS

1. Como você tem lidado com o seu passado?

2. Quando você consegue controlar o seus desejos, qual o resultado nitido que você observa?

3. Qual identidade em Cristo que você precisa desenvolver na sua vida?

Compartilhar

Mensagens Recentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *