O Bom Pastor

O Bom Pastor

O BOM PASTOR
Salmo 23.1-6

QUEBRA-GELO

Qual o seu Salmo predileto? Por quê?

MENSAGEM (destaque pontos que traga a memória o foco da mensagem e faça os integrantes da célula a participarem deste momento)

Um dos textos mais conhecidos da bíblia é o Salmo 23. Associado à uma cultura de “proteção”, esse texto é memorizado por muitos e presente em muitas casas, porém, essa leitura que ganhou popularidade, muitas vezes está distante do verdadeiro significado das palavras de Davi.

A seguir, a partir de cada versículo do capítulo 23 de Salmos, iremos nos aprofundar na essência desse texto para melhor compreendê-lo.

vs.1 – O Senhor é o meu pastor; de nada terei falta.

A interpretação deste versículo quase sempre está ligada às coisas que o Senhor pode dar, porém, a expressão “nada terei falta” se refere àquilo que o Senhor é, ou seja, o Senhor é meu pastor, e por ele ser meu pastor eu não sentirei falta de nada porque ele é suficiente.

Podemos observar neste versículo que o salmista não está glorificando as coisas que o pastor pode dar, mas sim o que Ele é. Não aquilo que está por vir, mas aquilo que já veio: a própria presença de Deus.

Hoje em dia as pessoas usam Deus como meio para conseguir aquilo que elas querem, porém, sabemos que somente Deus é o nosso tesouro e não aquilo que Ele pode nos dar, assim, nada nos faltará porque já temos tudo o que precisamos: Ele.

vs.2 – Em verdes pastagens me faz repousar e me conduz a águas tranquilas.

Após declarar que o Senhor é pastor, o salmo 23 apresenta algumas figuras que representam o cuidado provedor de Deus para o homem que se posiciona confiante diante de Deus, como uma ovelha se sujeita ao cuidado de um pastor.

‘Verdes pastagens’ e ‘águas tranquilas’ é tudo o que uma ovelha necessita, de modo que são figuras para retratar o cuidado de Deus conosco. Independentemente da situação que estivermos enfrentando, Nele teremos sempre um lugar de tranquilidade.

vs.3 – Restaura-me o vigor. Guia-me nas veredas da justiça por amor do seu nome.

Quando alguma ovelha se feria, o pastor vertia azeite em suas feridas para aliviar a dor e curar. Assim é o cuidado de Deus com a nossa vida, quando nos encontramos cansados e feridos Ele renova e restaura nosso vigor.

E assim como na parábola da ovelha perdida o pastor carrega a ovelha ferida em seus ombros no caminho de volta para casa (Lucas 15.5), a presença do Senhor é um lugar de renovo e direção. Precisamos da direção do nosso bom pastor!

vs.4 – Mesmo quando eu andar por um vale de trevas e morte, não temerei perigo algum, pois tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me protegem.

A confiança da ovelha em seu pastor pode ser dimensionada através da circunstância que a cerca. Neste versículo, o salmista declara sua fé incondicional.

Se a presença de Deus é tudo para nós, podemos passar pelo “vale de trevas e de morte”, pois com Ele não há o que temer. A presença do nosso Pastor que é a nossa riqueza e tesouro, também é nosso lugar de proteção.

vs.5 – Preparas um banquete para mim à vista dos meus inimigos. Tu me honras, ungindo a minha cabeça com óleo e fazendo transbordar o meu cálice.

Ao homem que se posiciona como ovelha, é preparado um lugar de honra.

Cálice transbordante é símbolo de satisfação completa. E Jesus é o único que pode satisfazer completamente a nossa vida! Jesus é fonte inesgotável de tudo o que precisamos para viver uma vida abundante!

vs.6 – Sei que a bondade e a fidelidade me acompanharão todos os dias da minha vida, e voltarei à casa do Senhor enquanto eu viver.

No versículo 6 é invocada a seguinte tradição judaica (presente em Juízes 19): ao receber um hóspede em casa, aquele que recebe é obrigado a garantir a segurança de seu hóspede durante a sua estadia na cidade. Era comum a pessoa que recebia o hóspede colocar duas pessoas para guardá-lo até a sua partida, para garantir que ele não sofresse nenhum mau enquanto estivesse sob sua custódia.

Quando o salmista diz: “bondade e a fidelidade me acompanharão todos os dias da minha vida”; ele diz que a bondade e a fidelidade são os seguranças que o acompanham, pois ele está na casa do Senhor e o próprio Senhor o guarda com a sua própria vida. Assim, escolhendo viver na presença do Senhor todos os dias, ele estará guardado pela bondade e fidelidade de Deus para sempre.

Nós somos os “hóspedes” do Senhor, portanto, podemos descansar pois Ele garante nossa segurança através da sua bondade e fidelidade todos os dias que escolhermos estar em sua presença!

É um erro pensar que o salmo 23 possui poderes místicos para livrar o homem dos problemas diários. Como podemos observar em cada versículo, a sua leitura nos revela algo precioso! Sobretudo, através da figura da ovelha e do pastor, o salmista nos conduz a uma verdade essencial: Se você tem a presença do bom pastor, você tem tudo e nada te falta! Sua presença é um lugar tranquilo, de renovo, direção, proteção, abundância e descanso. Escolha estar nesse lugar todos os dias!

UNS AOS OUTROS

  1. O que siginifica o Salmo 23 para você depois do entendimento que alcançamos hoje?
  2. Qual o resultado de termos o “Senhor como nosso pastor”?
  3. Como posso praticar no meu dia a dia o Salmo 23?
Compartilhar

Mensagens Recentes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *